Golpes de venda falsa de veículos pela internet crescem mais de 50% em Valadares, diz Polícia Civil

delegada-juliana-fiuza

A Polícia Civil emitiu um alerta, nesta terça-feira (8), em relação aos golpes de venda falsa de veículos pela internet que cresceram mais de 50% na região de Governador Valadares. Os dados divulgados pelo órgão apontam que no primeiro semestre deste ano, foram 72 denúncias e no mesmo período do ano passado, foram 32 queixas.

De acordo com a delegada Juliana Fiúza, o golpe envolve a pessoa que está vendendo o bem e o comprador. “Primeiro uma pessoa real anuncia a venda de um veículo e o golpista se passa por comprador e pede fotos, vídeos e informações do bem. Aí ele republica essas fotos no mesmo site de compra e venda, normalmente com preço um pouco abaixo de mercado, e nesse momento o comprador entra em contato com o golpista, em vez de contatar o real dono do veículo”, revela a delegada.

Ela explica que o comprador consegue ver o veículo pessoalmente porque o golpista manipula as duas vítimas. Ele marca um encontro com o vendedor e diz que um amigo vai ver o veículo no seu lugar. Para o comprador, o criminoso fala que um amigo vai mostrar o automóvel.

“O autor consegue fazer com que o comprador deposite os valores em três contas, com nomes de pessoas diferentes. Após o depósito, a vítima vai buscar o veículo com o real vendedor e descobre que ele não recebeu o dinheiro. Nesse momento, os dois descobrem que foram vítimas de um golpe e aí não há mais o que fazer, porque são contas bancárias no Acre, Mato Grosso e outros estados, e aí os golpistas já sacaram esses valores. Já tivemos relatos de prejuízos de R$ 80 mil, R$ 100 mil, quando envolvia a venda de caminhões”, complementa.