Capelinha decreta situação de emerência e cria barreiras sanitárias em rodovias

barreira sanitaria capelinha-prefeitura de capelinha

A Prefeitura de Capelinha (MG) decretou, na noite desse sábado (21), situação de emergência, por causa da Covid-19. O decreto foi publicado horas depois do anúncio da primeira morte suspeita por Coronavírus na cidade. Trata-se de um homem de 49 anos, que não viajou e nem teve contato com viajantes. Ele foi atendido no hospital da cidade com síndrome respiratória grave.

Dentre as medidas que já estão em vigor, estão o fechamento do comércio, suspensão de eventos e atividades que gerem aglomerações e isolamento social. Somente os serviços essências estão mantidos. Lojas de alimentos, produtos de higiene e medicamentos só podem realizar entregas.

Outra medida adotada é a criação de barreiras sanitárias nas rodovias que ligam a cidade a Turmalina (MG) e Angelândia (MG). Manilhas cones e um estande de verificação foram instalados. Quem chegar ou sair será abordado e terá de informar por qual motivo está se dirigindo à cidade ou tentando sair de Capelinha.

O prefeito Tadeuzinho ainda proibiu a atuação de taxistas, moto-taxistas e motoristas por aplicativo, além de vedar qualquer tipo de transporte coletivo na cidade. O decreto ainda diz que está vedada a entrada de pessoas não residentes e domiciliadas na cidade.

 

POR Sávio Scarabelli

 

LEIA MAIS

Morte suspeita de coronavirus em Capelinha-MG

Timóteo registra o primeiro caso confirmado do Novo Coronavírus

Valadares recebe R$ 300 mil para proteção de profissionais da Saúde, contra a Covid-19

Azul Linhas Aéreas suspende atividades no aeroporto de Governador Valadares

Dom Félix decreta suspensão das atividades da Diocese de Governador Valadares, por causa do Coronavírus

Comércio de Governador Valadares ficará fechado a partir de segunda-feira (23)